OTOPLASTIA: CONHEÇA A CIRURGIA

Ter orelhas de abano é um problema estético que incomoda bastante. É comum crianças, adolescentes e até adultos sofrerem bullying por causa do tamanho de suas orelhas. Para crianças e adolescentes o caso é bastante grave, pois pode prejudicar no desempenho escolar, com o aluno tirando notas baixas. Nos adultos pode acontecer no trabalho, ou mesmo na faculdade, prejudicando o desempenho em ambos. Há casos em que ele surge até na própria família. Não aguentando mais essa situação, as pessoas vão atrás de uma solução. Algumas até tentam disfarçar cobrindo as orelhas com o cabelo, mas para tê-las dentro dos padrões aceitos pela sociedade, a melhor alternativa pode ser a cirurgia plástica chamada otoplastia.

A operação

A boa notícia para as crianças é que, ao contrário de outras cirurgias plásticas, a otoplastia pode ser feita a partir dos seis anos. Isto se dá ao fato de que é exatamente nesta idade que as orelhas param de crescer. Antes da cirurgia, o paciente deve fazer alguns exames para que o cirurgião saiba se ele está em condições de realizá-la. Para fazê-la, primeiramente o paciente toma uma anestesia local com sedação (pode ser outro tipo dependendo do caso). Os locais das incisões são marcados. Finalmente são feitas as incisões na parte de trás das orelhas. A cartilagem que está sobrando é retirada e, então o cirurgião remodela a região. A operação dura em torno de 1 hora.

Pós-operatório

Após a otoplastia, é feito um curativo em cada uma das orelhas, que só devem ser retirados depois de três dias. O paciente pode ter que ficar internado por um dia ou não, variando de caso para caso. A prática de esportes deve ser interrompida por três meses. Inchaços são comuns nos primeiros dias, mas em pouco tempo eles devem sumir. O sol deve ser evitado por aproximadamente 30 dias. Os resultados já são bastante visíveis após três meses.

2017-08-24T14:34:02-03:00